A Sala dos Répteis

quarta-feira, novembro 23, 2016

Título: A Sala dos Répteis (skoob)
Título Original: The Reptile Room (goodreads)
Série: Desventuras em Série #2
Autor: Lemony Snicket
Editora: Seguinte
Páginas: 184
Ano: 2001

Lemony Snicket é um autor que não pode ser acusado de falta de franqueza. Sabe que nem todo mundo suporta as tristezas que ele conta e por isso - para que depois ninguém reclame - faz questão de avisar: 'Se você esperava encontrar uma história tranqüila e alegre, lamento dizer que escolheu o livro errado. A história pode parecer animadora no início, quando os meninos Baudelaire passam o tempo em companhia de alguns répteis interessantes e de um tio alto-astral, mas não se deixem enganar...' Os Baudelaire têm mesmo uma incrível má sorte, mas pode-se afirmar que a vida deles seria bem mais fácil se não tivessem de enfrentar o tempo todo as armadilhas de seu arquiinimigo: o conde Olaf, um homem revoltante, gosmento e pérfido. Em 'Mau Começo' ele deu uma pequena amostra do que é capaz de fazer para infernizar a vida de Violet, Klaus e Sunny Baudelaire - e aqui as coisas só pioram.
Depois da terrível experiência em O Mau Começo com o Conde Olaf, os irmãos Baudelaire apenas sonham que o próximo tutor seja alguém legal e que não queira roubar a fortuna deles. Então, eles são encaminhados para o dr. Montgomery ou, como prefere ser chamado, Tio Monty, um herpetologista, estudioso de cobras que possui várias dentro de casa.

Tio Monty é bem-humorado e alegre, faz de tudo para que as crianças fiquem felizes. Planeja inclusive uma expedição para o Peru com as crianças. Os irmãos Baudelaire estavam, finalmente, felizes e aliviados por terem encontrado um ótimo tutor.

Entretanto, como o próprio autor nos alerta, esse não é um livro com final feliz. E tudo muda com a chegada de Stephano, substituto do assistente do Tio Monty. Stephano é ninguém menos do que o Conde Olaf disfarçado. Agora, as crianças terão que desmascará-lo antes que Conde Olaf apronte alguma coisa.

Gosto muito da narrativa do Lemony Snicket, interagindo com o leitor deixando a narrativa divertida e fluída. Além disso, gosto também que ele consegue deixar a história imprevisível, mesmo o leitor sabendo que o final não vai ser feliz e que o Conde Olaf vai aparecer em determinado momento. E que as crianças, normalmente, estão certas.

Só li até agora dois livros da série, mas já posso dizer que é uma das melhores séries infantis que já li e toda criança deveria ler.

A Netflix irá adaptar a saga! A série estreia está prevista para 13 janeiro de 2017.


Veja Também

0 comentários

Gostou do post? Então comenta e segue o blog!
Em breve irei te responder!
Obrigada!

Visualizações