Como Eu Era Antes de Você

segunda-feira, junho 13, 2016

Título: Como Eu Era Antes de Você (skoob)
Título Original: Me Before You (goodreads)

Série: Como Eu Era Antes de Você #1
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Ano: 2013

Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário. Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.
Louisa Clark tem uma vida simples numa cidade pequena da Inglaterra. Mora com os pais, trabalha como garçonete em um café para ajudar no sustento da casa e namora o mesmo cara há quase sete anos. Louisa não tem muitas ambições e a vida está boa desse jeito. Entretanto, tudo muda quando o café fecha e Lou precisa arranjar outro emprego. Ela não possui muitas qualificações, então suas opções, que vão de dançarina de pole dance a organizadora de prateleiras, são poucas.

Assim, surge a oportunidade de ser uma cuidadora. De início, ela recusa, por não ter muita habilidade com idosos. Mas a vaga era para cuidar de um jovem tetraplégico, Will Traynor, por seis meses. E pagando muito bem, muito mais do que ela imaginava. Na eminência do pai perder o emprego devido a crises na empresa onde trabalha e uma irmã solteira com um filho para criar que depende da família, Lou não vê outra saída a não ser aceitar.

Will Traynor sofreu um acidente e ficou tetraplégico. Antes disso, Will era um advogado bem-sucedido, que gostava de aventuras e garotas bonitas. Agora, preso a uma cadeira e sem poder ser quem era antes, a amargura e infelicidade toma conta dele, descontando o mau humor em todos ao seu redor.

O primeiro encontro de Lou e Will não é dos mais agradáveis. Will se mostra uma pessoa difícil, sendo sempre sarcástico e dizendo que a presença dela não é necessária ali. Lou até pensa em desistir do emprego, mas a insistência da mãe de Will e a necessidade de um emprego, a fazem continuar ali. Com o tempo Louisa vai aprendendo a lidar com Will e ele vai suportando a presença dela.

Lou faz de tudo para que Will consiga ter uma vida mais independente, ter experiências felizes e, mais importante, que tenha vontade de viver. Will tenta fazer com que Lou enxergue o potencial que ela possui, que ela precisa abrir os horizontes, sair daquela cidadezinha e ganhar o mundo.
“Você só vive uma vez. É sua obrigação aproveitar a vida da melhor forma possível.” Pág. 172
Um livro recheado de lições sobre preconceito, ambições e a como as atitudes e palavras certas podem mudar uma pessoa, de forma positiva. Além disso, a autora traz um tema polêmico com diversas questões a serem respondidas que é o suicídio assistido e ela conseguiu discutir esse assunto com muita profundidade.

Polêmicas à parte, é um livro muito bonito que desperta sentimentos intensos e traz lições valiosas.
“Tudo leva tempo, Will (...) E a sua geração tem muito mais dificuldade de aceitar coisas assim. Vocês cresceram esperando que as coisas acontecessem imediatamente. Esperando viver da forma que escolheram. (...)” Pág. 232 

Veja Também

14 comentários

  1. Ai meu Deus,eu tenho até medo de expor minha opinião com relação à este livro, eu sei que sou uma das poucas mortais que não gostou taaanto assim do livro, quer dizer, não me emocionei como as pessoas vêm se emocionando e todo tempo esperei um 'algo mais' que não veio, sei lá, vai ver eu estava numa fase mais fria da minha vida, hiuahiua. Vou ler o Depois de Você para tirar a prova dos 9.

    Beijo, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você, esse é um livro muito bonito com muitas reflexões que valem a pena. No meu caso também é um dos meus favoritos, chorei horrores lendo, quero muito vê o filme - a Michele foi vê #inveja - e ler a continuação.

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oi Bianca!!

    Eu não li o livro, não queria chorar, vi o filme, chorei horrores, então agora vou ler o livro rsrsrsrsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Como eu amo esse livro <3 Fiquei tão mal com o final que até hoje não li a continuação HSAUSHAHUS
    Mas estou louca esperando pelo filme e sinto que vai ser tão amorzinho quanto o livro <3
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
  5. Esse livro é daqueles que ficam para sempre em nossas mentes após o término. Amei a sua resenha! Estou louca para assistir ao filme <3
    Beijo*
    http://umminutoumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Amo esse livro. Não o vi como polemico, mas para mim a questão é bem... natural, sei lá. Eu acho que cada um deve ser livre para fazer o que bem entender com sua própria vida, ainda mais alguem que estava tão bem das faculdades mentais como o Will haha
    Beijos
    Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  7. Parabéns, isso é que é um resenha bem escrita o livro é muito bom recomendo, ofilme deve ser bom também vamos esperar para ver.

    ResponderExcluir
  8. Eu dei uma lida nas polêmicas em torno do livro e do final dele, mas não sei bem o que pensar sobre. Quero ver como vai ser a recepção do filme, mas confesso que não vou assistir porque não é muito o tipo de filme que eu gosto... o livro eu não tive vontade de ler, e também acho que nem vou. ANDO MUITO AMARGA MDS.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Bianca!
    Eu gostei muito do livro e das várias lições que ele nos dá.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  10. Oi, Bianca! Esse livro é lindo! Achei que a autora conseguiu falar do tal tema polêmico com bastante sensibilidade. Agora quero muito ver o filme!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  11. Esse livro é lindo demais! Meu favorito de romance de todos os tempos <3 já superei a decisão do Will, mas olha, quando li, foi bem difícil aceitar. Mas cada um sabe o que é capaz de suportar, né?

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Bia,
    Tenho vontade de ler o livro, mas não tenho muitas expectativas. Sei que vou chorar horrores, tenho medo que seja só mais um livro do gênero.
    Adorei a resenha!
    Beijos!

    Cintia
    http://devaneiosdeumacindy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá! Apesar de tantas críticas positivas em relação à esse livro, não sinto a mínima vontade de ler hahaha Quem sabe um dia!
    Mas que bom q vc gostou da história!
    Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá.
    Não encontro palavras para expressar o que eu sinto por esse livro. Tudo que consigo dizer é: maravilhoso! Jojo é uma escritora maravilhosa. Adorei sua resenha.

    Não conhecia seu blog, mas adorei e já estou seguindo. :D Convido você para conhecer meu cantinho também (http://psamoleitura.blogspot.com.br). Beijos.

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então comenta e segue o blog!
Em breve irei te responder!
Obrigada!

Visualizações