[Resenha] A Protegida de Lisa Kleypas

quarta-feira, maio 18, 2016

Título: A Protegida (skoob)
Título Original: Suggar Daddy (goodreads)

Série: The Travis Family #1
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Gutenberg
Páginas: 288
Ano: 2015

Uma escolha pode conduzi-la à felicidade... Ou partir irremediavelmente seu coração. Liberty Jones é uma garota determinada, mas em sua vida pobre e difícil não há espaço para que ela consiga vislumbrar seus sonhos sendo realizados. Seu único consolo é a amizade e o amor que nutre por Hardy Cates, um jovem que possui ambições grandiosas demais para ficarem enterradas na pequena cidade de Welcome. Apesar da atração irresistível que pulsa entre os dois, tudo o que Hardy não precisa é de alguém para atrapalhar seus planos de sucesso, e ele a abandona no momento mais difícil de sua vida: quando a mãe de Liberty morre tragicamente em um acidente; deixando um bebê para ela criar. Mas a vida traz grandes surpresas e Liberty se vê sob a tutela de um magnata bilionário, que irá oferecer muito mais do que proteção à irmã e a ela, mas também revelará uma forte ligação com o passado obscuro da família de Liberty. O que Liberty não espera é ter de lidar com Gage Travis, o filho mais velho do magnata; o rapaz não aprova a presença dela em sua casa e fará de tudo para afastá-la de sua família... Gage apenas esquece de também mantê-la longe de seu coração.  Às vezes a vida tem um senso de humor cruel, entregando-lhe aquilo que você sempre quis no pior momento possível...
Liberty Jones perdeu o pai muito cedo e foi difícil para sua mãe achar outro homem capaz de substituí-lo (por muitas vezes encontrou, mas nenhum ficou por muito tempo). Seu pai era filho único e seus avós paternos já falecidos e sabemos pouco da família da mãe. Assim, Liberty cresce sem uma figura paterna e em uma família pouco estruturada, acompanhando as idas e vindas dos namorados da mãe. Aos 14 anos, Liberty se muda com a mãe para um estacionamento de trailers em Welcome, Texas, onde a vida de Liberty mudará completamente.
“Welcome foi o lugar em que eu perdi e ganhei tudo. Welcome foi o local em que minha vida foi levada de um rumo para outro, e me enviou para lugares aonde nunca pensei ir.” Pág. 5
Lá, ela conhece Hardy Cates, jovem atencioso e trabalhador, por quem Liberty acaba se apaixonando. Entretanto, Hardy almeja sair daquela cidade, pequena demais para os seus sonhos grandiosos e se prender a alguém é a última coisa que ele deseja. Assim, quando uma oportunidade de emprego surge, ele vai embora de Welcome num momento que Liberty mais precisava de apoio, quando sua mãe sofre um acidente de carro, deixando a pequena Carrington para Liberty cuidar. Desde que a irmã nasceu, Liberty assumiu o papel que a mãe não conseguiu assumir, já que a mesma se afasta cada vez mais da bebê, caindo para a irmã a responsabilidade de criar a menina.

Agora, recém-formada no ensino médio, nenhuma experiência profissional e com a irmã para criar, Liberty, com toda a sua determinação, correrá atrás do sonho de ser uma cabeleira. Graças ao trabalho em um salão famoso da cidade de Houston, Liberty conhece Churchill Travis e a partir daí sua vida mudará completamente.

Liberty é uma personagem determinada e forte. Mesmo com tantos problemas em sua vida, ela não se deixa abalar e segue em frente. A narrativa é intensa, com personagens cheios de vida e personalidade. Além disso, a autora conta o estilo de vida, costumes e valores das pessoas nas duas cidades em que a história se passa, deixando o leitor em contato com o mundo daqueles personagens. A única coisa que me incomodou foi a fragilidade da personagem nos relacionamentos. Aquela força e determinação sumia, principalmente porque Hardy era o seu exemplo de homem perfeito, dificultando ainda mais relacionar-se com alguém.

Apesar de ter bastante romance, o foco da história é nos diversos obstáculos que aparecem na vida da Liberty e na força e determinação com a qual ela consegue superá-los.
“Quando se está caminhando na escuridão, não se pode depender de nada ou ninguém para iluminar seu caminho. Você tem que usar qualquer centelha que tiver dentro de si. Ou então irá se perder.” Pág. 102 
Série The Travis Family
1. A Protegida (Suggar Daddy)
2. Blue-Eyed Devil
3. Smooth Talking Stranger 
4. Brown-Eyed Girl

Veja Também

13 comentários

  1. Oi! Da autora li mais romances de época e quero muito conferir este livro que segue por outra linha. Acredito que eu vá gostar, pois pela resenha já fiquei bem curiosa.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  2. Oi!! Não li esse da Lisa, só os romances de época, mas adorei saber que a protagonista é forte e determinada, adoro quando a Lisa escreve personagens que cativam!


    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oi, Bianca!
    Eu jurava que esse livro era um romance que se passava nos anos 20, sei lá... Acho que a capa fez parecer isso.
    Tadinha da Liberty... Passou longe da fila da sorte hein
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Oie,
    já tinha visto este livro, mas ele me parece uma história mais arrastada e nunca me convenceu.
    Gostei da resenha, mas não leria agora.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o livro, mas parece uma história de muita determinação e luta. Acho muito legal esse tipo de história para nos colocar para frente e nos mostrar para não desistirmos de nossos sonhos por obstáculos que aparecerão..
    Gostei da Resenha :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    A premissa da obra não é a que mais me chama a atenção, mas gostei tanto da sua resenha que talvez dê uma chance ao livro.
    O fato da protagonista ser forte me chama muito a atenção, mesmo que haja a falha em relação aos relacionamentos.
    Ótima dica.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bom? Não conhecia o livro e confesso que estou meio enjoada de romances, mas essa parece ser uma boa história, vou adicionar à minha lista ^^

    Beijos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi
    eu gostei muito de ler esse livro e foi interessante conhecer a Liberty desde sua infância, ela passou por tanta coisa sozinha e ainda tinha que cuidar de uma criança, mas conseguiu se superar.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Bianca,
    Não li nada da Lisa, mas tenho vontade de conhecera escrita dela, todos falam tão bem dos livros que dela que fica difícil não querer ler rsrs.
    Parabéns pela resenha.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  10. Oi Bia,

    Faz tempo que desejo conhecer a escrita da Lisa, ainda não tive esse prazer. Esse livro ta na minha lista e adorei sua resenha. Espero lê-lo em breve.
    Beijos!

    Cintia
    http://devaneiosdeumacindy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Bianca!
    Eu só conhecia essa autora pelos romances de época, não sabia que ela escrevia outros estilos.
    Fiquei curiosa para conhecer esse livro.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  12. Oi, Bianca, tudo bem?

    Jurava que esse livro era um romance de época, não de uma época tão distante, mas 1900 e lá vai bolinhas...até pq é a Lisa que escreve e esses vestidos que as mulheres estão usando me lembraram dos vestidos dos anos 50/60...sei lá! hahahahha
    Só li dois livros da Lisa até hoje, ambos históricos, seria interessante ler esse para comparar depois...apesar da história não ser lá muito original, curti a proposta!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  13. OLá!
    Conheço a autora só de nome. Não sei se leria esse, mas fiquei curiosa e vou procurar outros titulos da mesma autora :)
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas - Participe do nosso SORTEIO do DIA DOS NAMORADOS <3

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então comenta e segue o blog!
Em breve irei te responder!
Obrigada!

Visualizações