Resenha: A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra (Robin Sloan)

sexta-feira, março 14, 2014

Título: A Livraria 24 horas do Mr. Penumbra (skoob)
Título Original: Mr. Penumbra's 24-Hour Bookstore (goodreads)
Autor: Robin Sloan
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288

Ano: 2013

A recessão econômica obriga Clay Jannon, um web-designer desempregado, a aceitar trabalho em uma livraria 24 horas. A livraria do Mr. Penumbra — um homenzinho estranho com cara de gnomo. Tão singular quanto seu proprietário é a livraria onde só um pequeno grupo de clientes aparece. E sempre que aparece é para se enfurnar, junto do proprietário, nos cantos mais obscuros da loja, e apreciar um misterioso conjunto de livros a que Clay Jannon foi proibido de ler. Mas Jannon é curioso…


Uma divertida e emocionante aventura sobre conspiração internacional, códigos secretos, amor platônico e o segredo da vida eterna.

Essa é a chamada que nos é feita logo na capa do livro, nos deixando no mínimo curiosos e nos convidando a adentrar nas páginas da obra.

Deparamo-nos com o personagem Clay Jannon, um jovem designer, desempregado em meio à recessão nos Estados Unidos e carrega a impressão de que desperdiça seu tempo sem jamais ter dado vida a uma obra que realmente marque a sua vida. Clay encontra então um emprego numa estranha livraria que funciona 24h. E é a partir daí que nossa história começa, num desenrolar de fatos rápidos e inserção de personagens cheios de peculiaridades (tornando fácil a identificação com o leitor) e que se tornam peças chave para a solução dos desafios apresentados em momentos diversos.

Apesar da chamada atrativa, o autor peca ao não ter um real foco em nenhum dos pontos sugeridos tornando a leitura um tanto vazia. Entretanto essa sensação só me foi realmente passada com a conclusão da leitura. Existem de fato passagens empolgantes espalhadas pelas páginas da obra, porém não houve um mistério em que o leitor pudesse realmente mergulhar junto ao personagem para solucionar, o "segredo da vida", mistério sobre o qual gira a trama, apenas é descoberto pelo personagem ao fim do livro, sem uma real construção dessa descoberta como é comum (e empolgante) nos livros do gênero.

Apesar da trama em si não ter o peso esperado, Robin Sloan conseguiu promover uma discussão no mínimo interessante e reflexiva: o uso da tecnologia e a relação do público com os livros. Para caracterizar seu ponto, o autor põe os personagens mais jovens tendo sempre em mãos equipamentos eletrônicos enquanto que os clientes da livraria, descritos como pessoas de certa idade, demonstram certo receio quanto ao uso dessa tecnologia, porém não alheios a elas, tendo o Mr. Penumbra como um elo entre essas duas gerações.

De fato uma leitura fácil para um momento de descanso, porém não aconselhada para aqueles que procuram grandes emoções e mistérios, mas que promove de fato uma reflexão a cerca do universo dos livros na atualidade.

Resenha escrita por Danilo Ledo

Veja Também

4 comentários

  1. É até maneiro essa questão da tecnologia que você ressaltou, mas li várias resenhas falando dessa falta de foco do autor, e isso me desanimou muito a ler.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie Bianca =)

    Estava bem curiosa para ler esse livro, mas alguns resenhas não muito positivas me deixaram receosa...

    Ainda pretendo ler, mas sem muitas expectativas.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  3. Esse livro parece ser interessante
    Mas ainda não me chamou muita atenção para pegar e ler

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Bem, eu tenho este livro na minha estante, mas ainda não sinto que está na hora de lê-lo. Um amigo meu já me falou que o leu e gostou bastante, então só lendo mesmo para tirar minhas conclusões. Gostei da resenha.
    Abraço!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então comenta e segue o blog!
Em breve irei te responder!
Obrigada!

Visualizações