Resenha: Manuscritos do Mar Morto (Adam Blake)

domingo, dezembro 22, 2013

Título: Manuscritos do Mar Morto (skoob)
Título Original: The Dead Sea Deception (goodreads)
Série: Leo Tillman & Heather #1
Autor: Adam Blake
Editora: Novo Conceito
Páginas: 480
Ano de Lançamento: 2013

A ambiciosa policial Heather Kennedy está em seu trabalho mais difícil: seus métodos de investigação são criticados e ela está sendo assediada por colegas rancorosos porque não lhes dá atenção. Até que lhe é atribuída o que parece ser uma investigação de rotina, sobre a morte acidental de um professor da Faculdade Prince Regent, mas a autópsia deste caso volta com algumas descobertas incomuns: o inquérito vincula a morte deste professor às de outros historiadores que trabalharam juntos em um obscuro projeto sobre um manuscrito do início da Era Cristã. Em seu escritório, Kennedy segue com sua investigação e logo se preocupa com o rumo para onde está sendo levada. Mas ela não está sozinha em sua apreensão. O ex-mercenário Leo Tillman — seu futuro parceiro — também tem angustiantes informações sobre estes crimes. E sobre a misteriosa organização mundial a que os crimes se relacionam… Escondido entre os pergaminhos do Mar Morto, um códice mortal pretende desvendar os segredos que envolvem a morte de Jesus Cristo. Entre um terrível acidente de avião no deserto americano, um brutal assassinato na Universidade de Londres e uma cidade-fantasma no México, Manuscritos do Mar Morto é o mais emocionante thriller desde O código Da Vinci.
"Um thriller de tirar o fôlego, que vai fazê-lo pensar: será possível?"             
Sim, compartilho esse sentimento a cerca do "Manuscritos do Mar Morto". Confesso que ao iniciar a leitura esperava um gênero policial como tantos que já me acostumei a ler, muitas vezes antes mesmo do fim do livro alguns mistérios (ou todos eles) já foram resolvidos e termina-se de ler simplesmente por já haver começado.
Bem, não foi assim que aconteceu com esse livro. Do início ao fim, uma leitura envolvente e com poucos espaços para desestímulo. Um livro essencialmente narrativo, com cenas rápidas e uma trama que se desenrola mistério sobre mistério, mantendo o leitor preso em um constante clima de tensão. Dividindo o livro em três partes, Blake conseguiu que durante cada transição seus leitores atingissem o status "mind fuck" (em especial ao final da primeira parte).
Nossa protagonista, a policial Heather Kennedy, nos deixa claro, desde o início, o seu perfil: uma policial competente, rígida e ousada. Aquele típico perfil de quem nasceu para a profissão que tem. Ainda nos primeiros capítulos, Kennedy e seu novo parceiro Harper - um policial novo no distrito e recém promovido a investigador, sonhador, divertido e eficiente em tarefas que ele mesmo preferia não ser - saem para investigar um caso reaberto por conta da incompetência de seus colegas, que aparentemente não deram a devida atenção ao caso na época.
A partir desse primeiro caso, Kennedy e Harper acabam se envolvendo em uma situação muito mais complexa ao esbarrarem com novas mortes e outros crimes que podem estar conectadas. Um assassino serial? Uma máfia? Mas qual a motivação?
Com o desenrolar da trama vem surgindo novos personagens, como o misterioso Leo Tillman, um ex-mercenário envolvido numa busca própria que acaba salvando a vida de Kennedy mais de uma vez e que acabam firmando uma parceria, não como colegas ou amigos, apenas troca de informações para um objetivo em comum: Michael Brand. Além dele temos o corpulento Xerife Gayle, homem de boa índole, viciado em sorvete e um tanto perspicaz e sua amiga a jornalista Moggs .          
Ao analisarmos um pouco mais o estilo, é clara a semelhança com o livro de Dan Brown, "O código da Vinci". Um mistério antigo trazido para os dias de hoje e que envolvem legiões (ou seitas, fica a gosto de cada um) para proteger esse segredo dos olhos do mundo. Mas ainda assim temos diferenças notórias, o estilo de narrativa rápida, direta e ainda assim envolvente contendo justificativas científicas e lógicas para a maioria, se não todos, os acontecimentos (tiro o chapéu em especial para a cena que envolve um caminhão - Sem muitos spoilers, pessoal) e um estilo que ainda não tinha experimentado na narração de cenas de combate e de armamentos presentes na trama.
A todos vocês que curtem então um suspense policial, deixo aqui a minha recomendação, "Manuscritos do Mar Morto - Adam Blake". 

Resenha escrita por Danilo Ledo

p.s: Adam Blake é o pseudônimo do escritor de quadrinhos Mike Carey.

Veja Também

8 comentários

  1. Estou com esse livro aqui para ler, então me perdoe, li a resenha por cima por medo de ter escapado alguma coisinha super importante rs

    Beijos,
    Larissa ♥

    - Vitamina de Pimenta -

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    Gosto desse tipo de história com mistério e conspirações religiosas. Adoro os livros do Dan Brown. Então acho que vou gostar desse, Faz um tempinho que eu coloquei na minha lista. Sua resenha me deixou com mais vontade ainda.
    Lindo seu blog.
    Beijo.

    http://navirj.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Gostei de saber que o livro se diferencia do resto dos policiais. Eu sou muito chata com esse gênero, são poucos os que me agradam, mas tô pensando em arriscar essa leitura hein? Ótima resenha!

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Tenho esse livro aqui comigo, mas ainda não comecei a lê-lo. Estou bastante curiosa em relação a história, espero não me decepcionar.

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
  5. Achei a capa bem interessante, mas não curto muito estórias de suspense.
    Não é muito a minha praia.
    Pela sua resenha, me pareceu ser uma estória e tanto, talvez eu algum dia leia.
    Nunca se sabe rs.
    Adorei a resenha. ^-^
    Lançamentos das Editoras Parceiras - Arqueiro - Janeiro.
    Confere lá!
    Manuscrito de Cabeceira
    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. achei a capa bem legal, parece ser ótimo em, Beijão linda e feliz natal para você e sua família ♥

    http://dream-milly.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. AH!
    Quero muito ler esse livro, mas cadê dinheiro?
    A capa é linda e acho eu pelo que vi em algumas resenhas tem tudo a ver com o enredo.
    Ele tem um gênero que me interessa muito, espero muito ler ele em breve.
    Beijos e um Feliz Natal!
    http://umavidachamadalivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Parece ser um ótimo livro! Me pareceu um pouco com os livros do Dan Brown e eu amo esse tipo de história! ótima resenha, vou adorar ler esse livro!
    Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então comenta e segue o blog!
Em breve irei te responder!
Obrigada!

Visualizações